Advertisement

Responsive Advertisement

Criador de 'The Handmaid's Tale' comenta atuação de Elisabeth Moss em entrevista ao The Hollywood Reporter

 


A série 'The Handmaid's Tale' recebeu 21 indicações ao Emmy 2021, e como parte da campanha o criador da série, Bruce Miller cedeu uma entrevista ao The Hollywood Reporter. Destacamos o trecho em que ele fala sobre a atuação de Elisabeth Moss e o convívio entre eles.

"Sou muito sortudo de ter Lizzie como parceira criativa. E neste caso [de direção], Lizzie e eu conversamos sobre isso desde o início, então acho que de certa forma, o que você está vendo é o fato de que ela está pensando nisso há muito tempo, esperando um pouco para ir. Mas quando você é a estrela de um show, você não tem muito tempo livre, então ela realmente não tem apontado o lápis, apenas esperando para ir embora. Por ela estar tão envolvida, parecia que era apenas uma peça que faltava, que ela estava fazendo todos os trabalhos em torno deste trabalho, e fazer este trabalho parecia simplesmente adequado. Depois que ela ficou atrás da câmera, você pode até ver as fotos dela: Eu estava lá no primeiro dia em que ela dirigiu, e ela estava muito feliz e confortável. Ela não parecia nervosa - de antemão, ela estava preocupada em ficar nervosa - e foi ótimo assistir. Mesmo em um ano normal, ela é uma força extraordinária no programa, mas não teríamos um programa sem ela nesta temporada. ... Ela fechou sua vida e se trancou em Toronto em uma escala que é mais do que as pessoas normais [fariam]. Quer dizer, ela literalmente trabalhava o dia todo e depois ia para casa e não fazia mais nada, nunca, mas trabalhava como uma louca. Entramos na temporada com um relacionamento que era, acredito, muito respeitoso e confiamos muito um no outro. Tivemos uma relação de trabalho muito boa, mas fiquei surpreso que poderia ficar ainda melhor e mais conectado. … este ano, realmente se tornou algo ainda melhor."

Postar um comentário

0 Comentários